Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

30/09/2015

ESTÓRIA E MORAL: O colo mediático é só meio caminho andado

Estória

Como logo foi notório, desde que António Costa se chegou à frente e tirou o tapete ao calimero Seguro, na ilusão de lhe ser desenrolado um outro tapete sobre o qual caminharia debaixo de aplausos desde o Largo do Rato até S. Bento, os mídia em geral e o jornalismo de causas em particular fizeram os possíveis e os impossíveis para lhe facilitar a vida transmitindo para a opinião pública a ideia de que o ungido estava destinado pelos deuses a chegar ao trono de onde derramaria o celestial maná sobre a populaça.


Infelizmente para o ungido a população começou a mostrar-se mal-agradecida e as sondagens a indiciar a anunciada entronização gradualmente menos provável. Apesar dos esforços da Eurosondagem a desvantagem do PS vem aumentando e segundo o inquérito diário do Público (afinal de contas um jornal amigo) já chegou aos 7,2%.

Moral

«A opinião pública não é a opinião publicada». Se fosse teríamos no governo uma coligação da esquerdalhada.

Sem comentários: