Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

17/09/2015

Pro memoria (264) – Costa, o devedor de promessas (7)

Inventário

Em promoção (promessas frescas saídas do debate de hoje na rádio):

«A intenção do PS é restabelecer as prestações como o Rendimento Social de Inserção e o Complemento Solidário para Idosos»

«Aumenta o CSI (a prestação que permite aos pensionistas mais pobres chegara um valor mínimo)».

Uma nova prestação social para ajudar as pessoas que estando a trabalhar não têm rendimento suficiente”

«Costa prometeu, preto no branco, baixar os impostos à classe média»

«Não há novos cortes nas pensões, ao contrário do que a direita propõe»

«Uma majoração da indemnização por despedimento e por outro lado, que as pessoas que tenham rescindido com uma empresa por mútuo acordo tenham na mesma direito ao subsídio de desemprego.»

«Prometeu “menos seletividade e mais inclusão” (na educação)

»Usar o fundo de garantia da Segurança Social para financiar o programa de reabilitação urbana» (aqui).

Saldos:

«António Costa promete rever as portagens da Via do Infante» (10-07-2015)

Sem comentários: