Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

18/03/2012

Mitos (68) – a generalidade da greve geral

Segundo os jornais, a CGTP está preocupada com a adesão do sindicato dos maquinistas da CP à greve geral convocada para o próximo dia 22. Os maquinistas têm uma agenda própria e não totalmente coincidente com a dos «trabalhadores», isto é do PCP. Os comissários políticos destacados na CGTP percebem ser a adesão dos maquinistas conditio sine qua non para a generalidade da greve.

Uma vez mais se confirma a boutade do Impertinente: greve geral é uma greve sectorial nas empresas públicas de transportes das regiões metropolitanas de Lisboa e Porto. Se os transportes públicos fossem privatizados acabavam-se as greves gerais.

Sem comentários: