Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

07/03/2012

Mitos (65) – O TARP foi a socialização dos prejuízos

Segundo a versão da esquerda europeia, o TARP (Troubled Asset Relief Program) foi montado pela administração Bush para salvar a bolsa dos capitalistas da economia de casino. Um dos beneficiários do TARP foi a AIG, em tempos a maior seguradora mundial.

A exemplo de outros beneficiários do TARP, a AIG, resgatada com 180 mil milhões de dólares dos contribuintes americanos, já restitui USD 50 mil milhões e está a vender cerca de 20% do capital da AIA, uma seguradora de Vida sua subsidiária cotada em Hong-Kong, por cerca de USD 6 mil milhões para pagar mais uma fatia ao governo. Compare-se isto com o resgate socrático consistindo na nacionalização do BPN para salvar a pele dos clientes e accionistas amigos.

Sem comentários: