Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

20/03/2012

A maldição da tabuada (7) – as dificuldades com as contas começam nas escolas

O governo de José Sócrates errou as estimativas e falhou nos orçamentos do programa de requalificação e modernização das escolas. A administração da Parque Escolar falhou na execução dos orçamentos e deixou o programa derrapar por completo. A auditoria realizada pela Inspecção-Geral de Finanças detectou as derrapagens, as adjudicações directas a preços acima do mercado e o desperdício.

Segundo o ionline, a auditoria não detectou que os números de alunos eram bastante inferiores aos indicados por muitas escolas, em certos casos as diferenças são de centenas. Estas diferenças implicaram reduzir artificialmente os custos de requalificação por número de metros quadrados por estudante, ajudando a mascarar as derrapagens.

Só faltava agora, para completar o círculo de inumeracia, que os números de alunos recolhidos pelo ionline também estivessem errados.

Sem comentários: