Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

19/12/2011

Torrefacção Lusitana, SA (2)

Retomando uma tradição de 2009, quando se anunciaram os 457 milhões para torrar no ano seguinte em «indemnizações compensatórias», pasto para dinossauros inviáveis e/ou um prémio à incompetência da sua gestão, anunciam-se agora 490 milhões para 2012, isto é um aumento de 7% em dois anos. Os cortes limitados na cultura, na comunicação social e na Imprensa Nacional foram ferozmente engolidos pelo temível sector dos transportes.

Assim se demonstra, mais uma vez, que o apetite do monstro aumenta mais depressa do que a inflação, mesmo num regime de soberania limitada com a troika a vigiar o pasto.


Resolução do Conselho de Ministros n.º 53/2011 de 16 de Dezembro

Sem comentários: