Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

02/09/2016

Um governo à deriva (25) - O crescimento segundo a geringonça

«Os números são teimosos em mostrar que não é com esta política que vamos crescer. Aliás os números mostram a desgraça que nos envolve. O consumo privado, que devia estar a crescer 2,4%, só sobe 1,7%. O investimento está a cair 3,1°/o quando devia estar a crescer, pelas contas iniciai: do Governo, 4,9%. As exportações sobem 1,5%, abaixo da meta de 4,%. As importações cresceram 0,9%, contra os 5,% estimados pelo executivo. O que até é bom pois esta quebra ajuda a melhorar os dados do crescimento. Só o consumo público está em linha com o projetado

Este flash de João Vieira Pereira é um retrato do estado em que as políticas da Mouse School of Economic aplicadas por este governo estão a deixar o país. É caso para perguntar: não ficaríamos melhor se, como os espanhóis, não tivéssemos governo?

Sem comentários: