Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

27/09/2016

A maldição da tabuada (34) - Não saber a tabuada nunca foi uma desculpa para errar as contas (III)

Episódios anteriores (I) e (II)

Ainda outra oportunidade, ao nosso dispor ainda em vida de El-Rei Dom Filipe II "O Pio", para superar a maldição da tabuada foi a calculadora «Bones».


A «Bones» foi inventada em 1617 por John Napier, um matemático escocês, que se inspirou num sistema de multiplicação de matriz popularizado pelo matemático otomano Nasuh. O zingarelho de Napier podia fazer as 4 operações básicas e ainda extrair raízes quadradas e seria certamente muito apreciado pelo Doutor Centeno para as suas previsões de crescimento do PIB, que por falta de um zingarelho adequado deram o que estão a dar.

Sem comentários: