Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

23/12/2015

Dúvidas (139) – Alguns factos, uma certeza e uma dúvida sobre o Banif (2)

Na continuação do post anterior, mais um facto e uma dúvida reformulada.

Facto:
  • Citando informação de Mário Centeno no parlamento (fonte): «o Banif tinha 356.457 depositantes, sendo que desses, havia 7411 acima de 100 mil euros. E desses, 6374 eram de particulares. Segundo Centeno, o montante médio dos depósitos acima de 100 mil era 283 mil euros.» De onde resulta que o total de depósitos acima de 100 mil euros era de 2,1 mil milhões de euros (=7.411x283.000), montante que foi poupado aos grandes depositantes pela resolução socialista à custa dos milhões de contribuintes.
Dúvida original:
  • Qual o propósito de um governo PS apoiado por BE e PCP com tão grandes preocupações sociais ao dispor-se a fazer os contribuintes pagar 1,7 mil milhões em vez de esperar 10 dias (ou adoptar a resolução da directiva) e fazer os accionistas, os obrigacionistas e os grandes depositantes do Banif suportarem os prejuízos? 
Dúvida reformulada:
  • Porquê um governo PS apoiado por BE e PCP com tão grandes preocupações sociais vai ao bolso de milhões de contribuintes extorquir mais de 2 mil milhões de euros para poupar 7.411 grandes depositantes, incluindo 6.374 particulares?

3 comentários:

Anónimo disse...

Todos vendidos porque todos são compráveis. Só nos falta saber o seu preço.

Lufra disse...

PSOE->PRISA->Santander
PRISA->TVI
PS Tem sido levado ao colo pela TVI.
O PS paga os favores.
Santander talvez dê uma ajuda à falência do PS.

Antonio Cristovao disse...

Esta gente que nos governa não têm vergonha na cara.
E estranho é estes saloios voltam sempre a votar neles.