Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

17/12/2015

DIÁRIO DE BORDO: A natureza das coisas

De um leitor e comentador regular recebemos há dias um email tão surpreendentemente simpático e amigável que não resistimos a publicá-lo:

«De propósito... de propósito venho maçá-los com a natureza das coisas. 

Desde há 18 anos nestas voltas da internet e dos BLOGS, começo a aperceber-me da Censura, desde: 
  1. excluírem os meus comentários; 
  2. apagarem os comentários que não lhes agradam; 
  3. fazerem leituras idiotas, porque facciosas, dos comentários; 
  4. total ausência de humor e de sentido de humor. 
Venho, assim, assinalar o vosso comportamento no Impertinências: 
  1. apresentação delicada e límpida - para quem não pesca nada de economia, nem de finanças; 
  2. o bom humor, sempre presente; 
  3. a riqueza e o humor do imperdível Glossário; 
  4. aquilo que não parece bem usar — a boa educação. 
Muito obrigado,» 

Não tem de quê. Nós é que agradecemos.

Post scriptum:
Alguns outros leitores regulares se identificaram com esta mensagem. Obrigado a todos a quem importunamos com as nossas impertinências e ainda nos agradecem. Na verdade, devemos gratidão até aos que têm a paciência de nos ler e simplesmente não se queixam.

4 comentários:

Luis disse...

Faço minhas as palavras desse leitor comentador regular.
Um leitor diário e retransmissor assíduo

Anónimo disse...

e vão dois...
neves

skeptikos disse...

Mais uma :) e aproveito para vos desejar Festas Felizes.

Anónimo disse...

Inscrevo-me na lista dos apoiantes.

Agent Provocateur