Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

07/12/2015

Chávez & Chávez, Sucessores (37) – Desta vez o pajarito não apareceu

Depois da primeira e da segunda, não houve terceira
Apesar dos golpes - sete líderes da oposição impedidos de se candidatarem, o oposicionista mais popular condenado a 14 anos de prisão com uma acusação forjada, etc. – Nicolás Maduro, o herdeiro do chávismo, perdeu estrondosamente as eleições conseguindo apenas 46 lugares do parlamento contra 99 da MUD. Vendo o diagrama seguinte ninguém deveria ter ficado surpreendido.

Fonte: Economist
Contudo, com as ameaças de Maduro de «governar com o povo», o seu domínio do executivo e o controlo do aparelho depois de 17 anos no poder, as notícias de que o chávismo está acabado são grandemente exageradas.

Oxalá tudo não acabe numa guerra civil.

Sem comentários: