Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

06/09/2013

Lost in translation (185) – «Serventes do governo», significa de qualquer governo, sobretudo dos governos PS

João Ribeiro, porta-voz do PS, entende «que o programa "'O País Pergunta' não garante a igualdade de tratamento entre os líderes político-partidários», e, por isso, «considera que "parte da direcção de informação da RTP está instrumentalizada e governamentalizada" e que alguns dos seus elementos "comportam-se recorrentemente como serventes do governo"». (ionline)

O PS só percebe que a RTP é uma espécie de putain de la République, paga a peso de ouro pelos sujeitos passivos, quando ela se deita com o inimigo.

Sem comentários: