Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

20/01/2013

Exemplos do costume (11) – Para o Expresso os entrevistados são todos iguais mas há um mais igual do que os outros

Depois de vários boletins médicos divulgados nos jornais a contar estórias (internado por «indisposição»), finalmente o Expresso informa-nos que Mário Soares teria tido uma encefalite, deu entrada no hospital e foi internado numa unidade de cuidados intensivos, apresentando «um estado confusional». Faço votos para que o cidadão idoso Mário  Soares recupere a sua saúde e acrescento, sem ironia, que este diagnóstico estaria ao alcance de qualquer leigo depois de ouvir as suas intervenções dos últimos meses.

Distraidamente o Expresso informa-nos ainda que na véspera da hospitalização Mário Soares queria chamar «alguns dos seus colaboradores, pois precisava de rever a entrevista que concedera ao Expresso na edição da semana passada – e que acabaria por não ser publicada … por “razões atendíveis”». Terei lido bem? O Expresso concede aos seus entrevistados a oportunidade de «rever» as entrevistas? E se não forem revistas não as publica por «razões atendíveis»?

Sem comentários: