Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

06/01/2013

CONDIÇÃO MASCULINA / LA DONNA E UN ANIMALE STRAVAGANTE: Viva a diferença!

Para quem sempre constatou, como este vosso escriba, que o homem e a mulher são diferentes, e não só no que é óbvio, constatação sempre confirmada pela observação da realidade, em particular pela criação de filhos de sexos diferentes, e daí duvidou que o ensino misto fosse uma boa solução, dúvida cada vez mais forte perante o handicap cada vez mais evidente que representa para rapazes ensinados por professoras, com métodos e em contextos talvez adequados para as raparigas e obviamente inadequados para eles, é um alívio ler esta peça, escrita por uma jornalista de um jornal infestado pelo politicamente correcto, sobre a experiência do Colégio Planalto, exclusivamente masculino, do Colégio Mira Rio exclusivamente feminino, e da European Association Single Sex Education (EASSE).

Sem comentários: