Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

22/01/2013

Bons exemplos (48) – A excepção e a regra

«No espaço de 24 horas quatro mulheres deram à luz gémeos num hospital israelita: uma é judia, outra cristã árabe, a terceira é muçulmana e a última é drusa.»



O que tem esta notícia de extraordinário? Os quatro pares de gémeos em 24 horas no mesmo hospital? Nem tanto. Isso poderá acontecer com maior probabilidade em qualquer outro país do Médio Oriente, dadas as taxas de fertilidade mais elevadas. Por muito que Israel não seja exactamente um modelo de sociedade tolerante, o extraordinário é aquelas quatro mães de 4 religiões diferentes se encontrariam improvavelmente juntas para dar à luz em qualquer outro hospital do Médio-Oriente fora de Israel, et pour cause.

Sem comentários: