Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

29/01/2013

DIÁRIO DE BORDO: Against all odds

Se tivesse de apostar, apostaria que o homem providencial para o Estado Previdência, o Dom Sebastião do PS, vai deixar desapontados os aflitos à espera de serem por ele conduzidos pela autoestrada dos amanhãs que cantam ao assalto à mesa do delapidado orçamento. António Costa, ao contrário do que esperam e vaticinam os órfãos de José Sócrates, vai aguardar por melhores dias – é esse o meu prognóstico.

1 comentário:

Anónimo disse...

Também acho, mais vale uma CML na mão do que um Secretário-Geral a voar.

tina