Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

02/01/2004

DIÁRIO DE BORDO: Multiculturalismo = queima o sutiã e põe o véu?

Dizem-me que conhecidas marafonas esquerdalhas – as mais velhas, agora já com idade para terem juízo, queimaram in illo tempore o sutiã, pelo menos o sutiã simbólico - lhes deu para defenderem o uso do véu pelas mulheres muçulmanas. Usar o véu, não como poderiam usar uma peça Calvin Klein, como algumas tias do radical chic, mas como um símbolo da luta antiglobalizante (leia-se: a pain in the american ass). Ou como um símbolo do multiculturalismo (leia-se: a gente tanto defende o aborto na cristandade, como tolera o apedrejamento da mulher no Islão).
Será assim?
Senhor, se assim for, restituí-lhes o siso antes que a idade lho leve irremediavelmente.

Sem comentários: