Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

18/01/2004

BLOGARIDADES: Upgrade d’O Meu Pêpê (3).

Vi-me grego quando olhei para a floresta de símbolos do EARLY MORNING BLOGS n.º 117. Lembrei-me das minhas aulas de Matemáticas Gerais e Análise Matemática. Ele são alfas, betas, deltas, pis, etc. e omegas.
A coisa é mais grave porque se trata duma recidiva. Depois de reconhecer, humilde, no EARLY MORNING BLOGS n.º 115 que «recebe muitas vezes conselhos bem intencionados para ser "mais populista", e menos "elitista"» (note-se o uso das aspas) o Abrupto borrifa-se para os bons conselhos e volta a cair no pecado mortal da erudição sem causa.
Nunca, mas mesmo nunca, O Meu Pêpê publicará nada em línguas mortas. Pelo menos enquanto Cristo não voltar à terra, para usar a fórmula prudente do professor Marcelo.
Para ter um critério prático, serão consideradas línguas mortas as faladas por menos de 5 bloguenautas.

Sem comentários: