Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

14/03/2016

ACREDITE SE QUISER: O professor Marcelo como ersatz do Canal Panda

«Um dos meus filhos era um bebé insuportável: chorava imenso… . Até que um dia calou-se. Virei-o de frente para a televisão e ficou hipnotizado. Nesse dia o meu filho descobriu o professor Marcelo. Foi comovente: a criança ria, dava gritinhos, esperneava e ficava 30 minutos naquilo. Cada vez que o professor parava de falar e esbugalhava os olhos antes de uma grande revelação, o miúdo escangalhava-se a rir; outras vezes, fixava o olhar nos gestos do professor e nem se mexia; na maioria dos casos travava diálogos enigmáticos com a televisão. Quando percebi o efeito que o nosso Presidente tinha no meu bebé, passei a gravar as suas homilias de domingo e a família teve condições reais para crescer. Ao professor Marcelo muito devo, portanto

Marcelo, Inês Teotónio Pereira no DN

Sem comentários: