Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

29/03/2016

A cleptocracia angolana também quer roubar as vidas dos que se lhe opõem

Pela intervenção do Governo português na libertação de Luaty Beirão

ASSINE AQUI (*)


(*) Apesar dos promotores e do apelo ao governo.

1 comentário:

Anónimo disse...

Atenção às vozes na petição:
«Post scriptum: desde que este texto foi escrito, Henrique Luaty Beirão renunciou publicamente do apoio das autoridades portuguesas. Luaty Beirão está em luta pelo povo angolano e deseja ser tratado como cidadão angolano.»