Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

21/11/2015

Dúvidas (132) - «De que é que o PSD está à espera para apoiar Marcelo?»

Pergunta retoricamente Manuela Ferreira Leite, pressupondo que o seu compadre (figurativamente) Marcelo Rebelo de Sousa tem um lugar que lhe foi predestinado em Belém.

MFL e MRS podem estar redondamente enganados porque, como escreveu Helena Matos no Observador, uma coisa é a audiência cativa de MRS, um milhão e picos, que inclui devotos mas também gente que apenas se diverte com as suas palhaçadas e o seu catavento, outra é o seu potencial eleitorado.


Pode ser que tenha uma grande surpresa. Para começar, segundo as sondagens da Eurosondagem (cuja fiabilidade costuma deixar muito a desejar) o que pareciam ser favas contadas deixaram de o ser e apenas 38,2% dos inquiridos se mostram dispostos a votar nele – cheira-me que a distribuição proporcional de indecisos pode não lhe ser favorável porque quem não vota por impulso num catavento, se pensar duas vezes não vota mesmo.


Ou estou completamente equivocado (o que acontece com alguma frequência) ou perante esta sondagem o catavento vai agitar-se ainda mais para capturar os ventos da esquerdalhada o que, suspeito, só irá piorar as coisas, porque não ganha os votos que são de Maria de Belém e de Nóvoa, já nem falo do ex-padre do PCP e da menina berloquista, e perde mais alguns do eleitorado da coligação sem pachorra para tanta manobra.

Sem comentários: