Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

13/08/2014

Presunção de inocência ou presunção de culpa? (19) – Durmam descansados, Salgado não falará

Se falasse e a justiça portuguesa tivesse preocupações de eficácia, uma parte das elites financeiras, políticas e mediáticas iria fazer-lhe companhia na prisão. Pelas razões que Rui Ramos aqui explica, Ricardo Salgado não colaborará com a justiça porque teria tudo a perder com a justiça que temos.

A ser assim, e assim será com toda a probabilidade, «um dia, o terreno estará pronto para Salgado avançar com o seu relato de vitimização, caucionado por algumas notabilidades do regime. Por fim, tirando uma meia dúzia de excitados, a maioria das pessoas já não saberá no que acreditar.»

Sem comentários: