Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

14/08/2014

CASE STUDY: O homem providencial para o Estado Previdência (6)

Outras providências do homem providencial: (1), (2), (3), (4) e (5).

Qual dos presidentes das seguintes câmaras escolheria para primeiro-ministro do país com o terceiro rácio mais alto de dívida pública na União Europeia?


Fonte: Portal Municipal

NOTA: Endividamento da CM Lisboa líquido de 286 milhões, resultantes do acordo em 2012 pelo qual o governo aceitou pagar esse valor pela «compra» há mais de 70 anos dos terrenos do aeroporto, 20 anos antes de Costa ter nascido, e pela «compra» dos terrenos da Expo, uns 20 anos antes de Costa ter aterrado na câmara. A dívida total em 2013 era de 558,8 milhões de euros (845 sem a «ajuda» do governo, sabem eles com que propósito maquiavélico de colar Costa ao lugar) equivalente a 1.066 euros por munícipe, contra 597 euros do Porto (mais cerca de 80%).

Sem comentários: