Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

05/08/2014

Mitos (175) – Os salários dos trabalhadores portugueses tiveram os cortes mais elevados

Facto: os salários dos trabalhadores portugueses aumentaram mais do que os outros países assistidos e a produtividade aumentou menos do que a espanhola e em consequência os custos laborais unitários baixaram menos em Portugal do que em qualquer dos outros 3 países.

Unit labor costs (ULC)
Fonte:  Adjustment in Euro Area Deficit Countries: Progress, Challenges, and Policies, IMF July 2014

Sem comentários: