Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

08/08/2014

Presunção de inocência ou presunção de culpa? (18) – Se foi no interesse da PT porque se demite?

Na sequência da compra de 879 milhões de euros de papel comercial da Rioforte, empresa do GES em estado de falência há meses, compra por si decidida ou autorizada em desrespeito das regras de governação da PT, Henrique Granadeiro, o homem do despacho das quartas-feiras com Ricardo Salgado, demitiu-se declarando que «a auditoria mostrará "que agi no interesse da PT"».

É caso para dizer que ser encornado uma vez é para qualquer um. Duas vezes só quem tem vocação.

Sem comentários: