Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

20/02/2012

Lost in translation (135) – considero os portugueses burros e por isso penso que estão cheios de saudades do José, disse ele em politiquês

«Hoje é bem claro que todo o percurso político do anterior primeiro-ministro, desde que se abateu sobre Portugal e o mundo esta crise, foi uma atitude de grande firmeza e de grande determinação na defesa dos interesses do país. Penso que cada vez mais os portugueses o entendem de forma clara». (entrevista do negócios online a Vieira da Silva, ex-secretário de estado dos governos de Guterres e ex-ministro do Trabalho e da Economia de José Sócrates e deputado nos intervalos)

Sem comentários: