Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

31/12/2003

BLOGARIDADES: Que o próximo não seja um annus horribilis como o que agora fecha para saldo.

Estamos quase no fim deste annus horribilis, é altura de felicitar os leitores persistentes ou acidentais (mais os primeiros do que os segundos) pelo privilégio de frequentarem o Impertinências - provavelmente o melhor blogue em língua portuguesa.
Façam votos para que no próximo ano o Impertinente continue com pachorra para alimentar o Impertinências, esta besta insaciável.

ESCLARECIMENTOS (para quem esteja distraído e pense que o Impertinente 1º acredita no que escreveu, 2º é um picareta, cheio de poses e sem auto-ironia, e 3º é, por isso, igual a todas essas luminárias enfunadas que povoam a Bloguilha):

a) O Impertinente é um picareta, com poucas poses, capaz de se rir de si próprio, e não é igual a todas essas luminárias enfunadas, porque algumas delas são realmente notáveis.

b) Melhor blogue em língua portuguesa é talvez um exagero. Provavelmente o melhor dos começados com “I” e inseridos em 26 de Setembro no PtBloggers.

Sem comentários: