Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

15/12/2003

DIÁRIO DE BORDO: Senhor livra-me deles.

Confessou a doutora dona Maria Barroso à Visão "Houve bastante gente que me tentou convencer a candidatar-me à presidência da República".
Perdi a fé ainda era um infante, mas prometo a minha reconversão se o Senhor nos livrar desta família.

Correcção:
No CASE STUDY: O ersatz do líder da oposição publicado no dia 11.
onde se lê
presuntivos candidatos: Cavaco Silva, Guterres, Santana Lopes, Soares (pai), Soares (filho), Marcelo Rebelo de Sousa, Freitas do Amaral, Carlos Monjardino, Vieira de Almeida, José Miguel Júdice
deve ler-se
presuntivos candidatos: ..., Soares (pai, filho e espírito santo), ..., ou qualquer outro membro da família Soares, nascido ou nascituro.

Sem comentários: