Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

10/12/2003

CASE STUDY: O Meu Pipi está a ficar impotente?

A resposta a esta dilacerante questão, há muito anunciada, não foi fácil.
E não foi fácil porque O Meu Pipi, esse criador de grunhos, talvez ele próprio um grunhus literattus, apagou dos seus arquivos todas as obscenidades produzidas anteriormente à publicação desse repositório de poucas-vergonhas que é o seu livro. Estaria a defender as vendas? E, estando, seria a pedido da doutora Charlotte?. Mais dúvidas dilacerantes.
Se o fez por isso, teria sido por uma boa causa e, a ser assim, O Meu Pipi subiria na consideração do Impertinente, obtendo a promoção de escriba de obscenidades gratuitas a escriba de obscenidades pagas. De caminho ganharia reconhecimento dos tansos contribuintes, aliviados por não ter que subsidiar a obra pipiana.
Voltando à questão dilacerante, como se pode medir a potência de O Meu Pipi? Pela sua produção de sexo, naturalmente. E se a produção de sexo num macho à séria, que não fala das suas proezas, quanto mais escrever sobre elas, se pode medir pelas cobrições por unidade de tempo, como se pode medir a produção de O Meu Pipi, que nem ao menos fala, só escreve? Pela frequência e volume das suas obscenidades por unidade de tempo, naturalmente.
A manobra de escamotear os arquivos, deixou apenas os current posts abrangendo o período de dez semanas de 22-09 até 07-12. Esse período é suficiente para evidenciar um claríssimo amolecimento do órgão produtivo pipiano, quer em nº de posts, quer em volume seminal (o sémen de O Meu Pipi são palavras; que outra coisa poderia ser?).

Semanas......Posts...........Volume seminal
01-12-2003 |...................|
24-11-2003 |...................|
10-11-2003 |...................|||
03-11-2003 |...................|
27-10-2003 |||................|||
20-10-2003 ||..................||||
13-10-2003 |...................|||
06-10-2003 |||................||||||
29-09-2003 ||||...............||||
22-09-2003 |||................|

Apesar duma espécie de dead cat jumping nas semanas imediatas à publicação das poucas-vergonhas, fruto talvez duma erecção criativa pontual, mas tardia, a produção de O Meu Pipi é claramente evanescente - as primeiras 5 semanas desse período correspondem a 70%, do total, isto é mais do dobro das 5 semanas mais recentes.

Suportados por esta abundância de evidências, podemos enunciar a:

Tese n.º 4: O Meu Pipi caminha para a impotência a uma velocidade uniformemente acelerada.
q.e.d.

(Work in progress?)

Sem comentários: