Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

22/11/2016

A maldição da tabuada (42) - Há toda uma tradição de dificuldades dos socialistas com os zeros. São assim como que uns zeros à esquerda


Lembram-se das confusões de Mário Soares com milhões, milhares de milhões e biliões? Lembram-se das confusões de António Guterres com o valor do PIB («é só fazer as contas»)? Pois bem, na melhor tradição socialista

«PS esquece-se de três zeros na injeção de capital para a Caixa

Os socialistas apresentaram uma alteração à proposta de Orçamento para adiar a injeção de capital na Caixa para 2017. Mas o valor tem três zeros a menos do que o necessário.» (Economia online)

Como contribuição pessoal para debelar esta maldição que atinge tão fortemente os socialistas (atingiria também os comunistas e berloquistas se eles tivessem de fazer contas, mas, por agora, só mandam bitaites), coloco à disposição do PS a minha colecção de posts «Não saber a tabuada nunca foi uma desculpa para errar as contas» com 9 sugestões de zingarelhos para ajudar a falta de jeito a lidar com a aritmética.

Sem comentários: