Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

25/10/2015

Pro memoria (271) – De como para salvar a cabeça se transforma o oportunista e parasita em parceiro confiável



Enviado por JARF
Em boa verdade, é mais adiar a guilhotina do que salvar a cabeça.

2 comentários:

Lufra disse...

O Costa até vende a alma para ser 1º ministro!

Anónimo disse...

Leon Bloy: Il vaut mieux donner son âme au diable que d'essayer de la vendre à Dieu.

Sempre haverá gente requintada a pensar.
Abraços