Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

18/10/2015

Lost in translation (253) - O costês trocado por miúdos

A coligação anda a esconder a realidade do resto do país

Tradução: Independentemente do meu programa, ou do que acordar com o BE e PCP, a austeridade é para continuar, mas a culpa é do anterior governo que não fez austeridade suficiente para agora podermos gastar à vontade.

Ver outras traduções do costês por Carlos Guimarães Pinto em O Insurgente.

1 comentário:

Anónimo disse...

Acreditem!
O AC só encosta quando tiver um panelão garantido.
Para quem nunca trabalhou, um tacho é insuficiente.