Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

30/04/2015

Dúvidas (93) – Se é assim, porque não propõe o PS uma redução generalizada dos impostos para acabar com o desemprego?

Segundo o documento dos 12 economistas socialistas (ou serão socialistas economistas?) de resposta às 29 perguntas de Marco António Costa, o fim da sobretaxa de IRS criaria 15 mil postos de trabalho a partir de 2018.

O substrato científico da coisa parece-se bastante com os estudos de viabilidade das auto-estradas, do Novo Aeroporto e do TGV, cujo efeito multiplicador transformaria o país num espécie de Suíça à beira-mar. Mas admitamos que sim, que a coisa tem pernas para andar. Então, nesse caso porque não acabar com o desemprego reduzindo todos os impostos?

1 comentário:

Antonio Cristovao disse...

Do meu professor de economia: O que dá mais trabalho nos estudos economicos que vos encomendem é reunir as vezes que forem preciso com o cliente até perceberem para que lado é que ele quer que as conclusoes vão.
Os resultados do pessoal que mandou para o trabalho de campo depois é só trabalhar de acordo com as conclusoes que o dono do estudo quer.