Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

06/04/2015

CASE STUDY: A atracção por Belém – Sampaio da Nóvoa, a vingança de Cavaco (9)

«A hora que passa mais se me arreiga esta certeza: Cavaco resolveu vingar-se das desfeitas, das críticas, e dos ódios e inventou o candidato presidencial Sampaio da Nóvoa. Claro que não podia ser um candidato qualquer. E Sampaio da Nóvoa não é um candidato qualquer. É um pleonasmo ambulante.

Conhecedor como ninguém das idiossincrasias da esquerda, que não resiste a uma prosa poética robusta, Cavaco convidou o reitor a discursar no 10 de Junho de 2012. Sampaio da Nóvoa não se fez rogado e foi tiro e queda: avançou pelo palanque e naquela prosa misto de Ary dos Santos e jogos florais com ressonâncias de Manuel Alegre, garantiu que “Chegou o tempo de dar um rumo novo à nossa história”, citou a torto e a direito, nomeadamente José Gomes Ferreira “penso nos outros logo existo” e atirou-se à austeridade

Continue a ler «Isto não está a acontecer», uma teoria da conspiração urdida por Cavaco Silva e revelada por Helena Matos

Sem comentários: