Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

05/04/2015

CASE STUDY: A atracção por Belém - a lista dos que não se excluem não pára de crescer (8)

Outras atracções.


Da última vez a lista já tinha 17-criaturas-17, sendo que duas delas - Durão Barroso e António Guterres - poderão ter desistido de respirar o mofo de Belém depois de uma década a respirar ares de civilização:
  • António Sampaio da Nóvoa, uma invenção de Mário Soares, pode ser descartado a todo o momento mas ultimamente arrisca-se a ser incontornável
  • Santana Lopes, estava escrito nas estrelas, já se chegou à frente e ao contrário dos outros não esperou pela vaga de fundo - espera que a vaga de fundo vá atrás dele 
  • António Capucho, já se mostrou disponível e para não haver dúvidas declarou que votará no PS
  • Francisco Louçã, o tele-evangelista, não se excluiu 
  • Durão Barroso, nega, mas não resistiria a uma vaga de fundo (ou só talvez mais tarde)
  • António Guterres, diz que está livre 
  • Marcelo Rebelo de Sousa, só será candidato se Cristo descer à terra, mas como já desceu uma vez... 
  • Rui Rio admite candidatar-se se houver «muita gente que desejava mesmo e deposita muita confiança em mim», ou seja espera a famosa vaga de fundo
  • Bagão Félix, um socialista do CDS 
  • Carlos César, um socialista do PS 
  • Jaime Gama, um dos socialistas menos socialista do PS 
  • Carvalho da Silva, um dos ex-comunistas mais socialista e outra das reservas de Mário Soares
  • Marinho e Pinto, um cata ventos socialistas ou outros
  • Manuela Ferreira Leite, proposta por Pedro Adão e Silva, um guru de António Costa, como uma candidata do socialismo orgânico de evolução na continuidade 
  • Paulo Morais, proposto por si próprio como um candidato do Norte orgânico alternativo a Rui Rio
  • Maria de Belém, pelo nome é uma espécie de candidata natural e avant la lettre 
  • Luís Amado, mais outro dos socialistas menos socialista, a par de Jaime Gama - ambos, não por acaso, ex-ministros dos Negócios Estrangeiros.
Desde então surgiram mais duas candidaturas:
  • Helena Roseta, uma socialista natural ainda na fase do peditório
  • Henrique Neto, um verdadeiro socialista (seja lá o que isso for), até agora talvez o único candidato por boas e confessáveis razões.
Resultado a nove meses das eleições presidenciais: estão em gestação 16 candidaturas socialistas, entre verdadeiras, quanto baste e de ocasião, e 3 outras de quem ainda não fez o coming out.

Sem comentários: