Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

16/04/2015

Conversa fiada (13) - Se a minha avó não tivesses morrido ainda hoje estaria viva

«Se Áustria, Itália, Japão e Portugal conseguissem atingir um crescimento nominal [crescimento real mais inflação] de 4% em 2017, o seu rácio de dívida poderia cair até dez pontos percentuais até 2020», descobriu o Fiscal Monitor de Abril do FMI (citado pelo Negócios) que inclui um contributo do nosso Gaspar escrito no mais refinado economês onde anuncia a criação de mais um coeficiente com um curiosíssimo nome: FISCO (fiscal stabilization coefficient).

Sem comentários: