Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

20/12/2012

Bons exemplos (45) – Mutatis mutandis

«Estimular crescimento económico e a consequente criação de empregos é o principal objetivo da redução de impostos, hoje anunciada pelo ministro da Fazenda» do Brasil. (Expresso)

É nesta altura que convém sofrear as excitações do liberalismo lunático lembrando que o ministro em causa não é da Agricultura mas das Finanças e que o Brasil tem uma carga fiscal de 40%, um superavit superior a 3% do orçamento do estado e uma dívida pública de 54% (tudo em percentagem PIB) e não está «intervencionado» por uma troika.

Sem comentários: