Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

08/05/2012

Estou a dar o meu melhor para escapar a esta esquizofrenia paranóica… (2)

… que está a atacar inúmeros grunhos e até cognocenti lusitanos, a propósito da promoção do Pingo Doce.

O meu melhor, mais uma vez, não é grande coisa, porque não resisti a citar o incontornável doutor Louçã que pretende acabar com «esta ditadura da grande distribuição», por meio da revolução proletária liderada pela vanguarda LCI que implantará uma democracia operária com o camarada Anacleto à cabeça das massas.

O grande líder quando jovem

Sem comentários: