Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

04/05/2012

Estou a dar o meu melhor para escapar a esta esquizofrenia paranóica…

… que está a atacar grande número de portugueses, incluindo jornalistas, leitores de jornais, sindicalistas, pensadores de todas as correntes, sociólogos (?), opinion dealers, ministros, políticos de vários quadrantes, os combatentes da ASAE, deputados da nação e muitos outros ilustres. Tudo por causa do desconto na compra de mercearias que a cadeia Pingo Doce resolver conceder e que muitos portugueses compreensivelmente resolveram aceitar com um entusiasmo tão intenso que superou as manifestações do dia do trabalhador.

Como se comprova, o meu melhor não é suficientemente bom.

Sem comentários: