Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

12/06/2018

CASE STUDY: Trumpologia (34) - «Terrific relationship» e «very special bond», disse ele

Mais trumpologia.

Para além de uma «terrific relationship» e uma «very special bond» com um sujeito que submete o seu povo à mais atroz ditadura, o que no dialecto trumpês significa tudo e não significa nada, quais foram os resultados palpáveis da cimeira que produziu um papel assinado por ambos onde a expressão «complete denuclearization of the Korean Peninsula» significará duas coisas completamente diferentes em Washington e Pyongyang?

Palpável, palpável, foi emprestar a Kim o estatuto de estadista respeitável.

Sem comentários: