Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

22/07/2015

CAMINHO PARA A INSOLVÊNCIA: De como o melhor que pode acontecer ao paraíso prometido aos gregos pelo Syriza é ser um purgatório (XXXII) – Danos auto-infligidos

Outros purgatórios a caminho dos infernos.

Segundo a estimativa de um técnico da UE, citado pela Reuters, as indecisões e demoras do governo de Tsipras custaram à Grécia cerca de 30 mil milhões de euros apenas nas 3 semanas que precederam o acordo – a diferença entre o resgate que a Grécia tinha pedido algumas semanas antes e o resgate de 86 mil milhões que veio a aprovado.

Leia no «Special Report: The man who cost Greece billions» da Reuters uma descrição das fraquezas de Tsipras, pusilanimidade e dependência dos seus fiéis que explicam a sucessão de reviravoltas e asneiras.

Sem comentários: