Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

29/07/2015

BREIQUINGUE NIUZ: Desacreditado até para os padrões helénicos

A confirmar a falta de crédito de Varoufakis, até para as exigências mínimas que são os padrões helénicos, «o Supremo Tribunal de Justiça grego pediu ao parlamento o levantamento da imunidade do ex-ministro das Finanças ... e o Procurador-Geral da República grego está também a pensar abrir um processo contra Varoufakis depois de ter sido divulgada a gravação de uma conversa em que o ex-ministro admite que tinha preparado um plano B secreto para voltar ao dracma e que terá designado um amigo de infância do seu ministério para o ajudar a levar o seu plano em frente, copiando as passwords dos contribuintes gregos.» (Económico)

Ficaria agradecido se alguém me explicasse como foi possível um sujeito deste quilate ter posto o jornalismo de causas doméstico e internacional a salivar de excitação e colocado luminárias de toda a esquerda em postura de reverência. Deve ser a doutrina Somoza em acção.

1 comentário:

Anónimo disse...

Vexas são bruxos. Então não me lembrei logo do "but he's our son of a bitch" ao ler o post?
A esquerdalhada também merece ter sons of a bitch. Senão ficavam com mais complexos.
Abraço