Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

06/04/2014

Mitos (160) - Juros usurários (6)

Outros mitos sobre os juros usurários: (1), (2), (3),  (4) e (5)

«A primeira condição é o abaixamento significativo da taxa média de juro do stock da dívida, de modo a aliviar a pesada punção dos recursos financeiros nacionais exercida pelos encargos com a dívida» escreveram os jarretas no seu manifesto «Preparar a Reestruturação da Dívida Para Crescer Sustentadamente».

Fonte: Bloomberg

E os jarretas australianos, polacos e neozelandeses, entre muitos outros com notações A, que estão com yields a 10 anos mais altos ficam-se? Não se manifestam contra a pesada punção?

Sem comentários: