Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

10/04/2014

BREIQUINGUE NIUZ: «Pastelaria Mexicana monumento de interesse público»

Diferentemente dos intelectuais, da gente da Cóltura e dos diletantes em geral, tenho muita dificuldade em ver o «valor estético, técnico e material intrínseco, … conceção arquitetónica e urbanística, … extensão (e o que reflecte do) ponto de vista da memória colectiva» (DN). Talvez porque, como George Orwell terá dito, há ideias e opiniões tão obviamente idiotas que é preciso ser-se um intelectual para se acreditar nelas.

Monumento de interesse público
Aposto singelo contra dobrado que esta promoção da Mexicana se deve a um lóbi de pedantes locais da terceira idade encalhados nos anos 60.

Sem comentários: