Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

02/01/2014

BREIQUINGUE NIUZ: Here we go, again

Entre o dia 25 de Novembro e o dia 29 de Dezembro foram efectuados nas caixas Multibanco 42 milhões de levantamentos no total de 2,9 mil milhões de euros. É pouco se compararmos com o consumo privado médio mensal (um pouco mais de 9 mil milhões), mas a comparação não faz muito sentido porque grande parte das compras de maior valor são pagas por cartão ou cheque e não em numerário.

O que fará sentido é comparar as compras pelo Multibanco de Dezembro deste ano com as do ano passado e constatar que nos dias de maiores compras houve um aumento de 10% em número e 11% em valor.


É difícil escapar à fatalidade de ainda estarmos a anos-luz de reduzirmos a dívida a proporções sustentáveis e já estarmos a trabalhar para a aumentar, com um povo infantilizado por uma legião de políticos, comentadores e toda a esquerdalhada, quais mãezinhas ansiosas, a cantarem em coro a canção do desgraçadinho, dos sacrifícios, da austeridade, e a esquerdalhada mais assanhada e trauliteira, desconfiando que não vai nunca ter de governar este país, a trautear hino dos «indignados», dos «esmifrados», dos «ricos que paguem a crise», etc.

1 comentário:

Anónimo disse...

Claro que nem a direita nem a esquerda nem nenhum filho de uma mãe querida vai querer governar uma empresa falida.
Claro que a malta não quer saber que a empresa está falida há 38 anos. Ou se sabe, está-se nas tintas. Quem vier atrás que feche a porta ou, como se dizia em 1975, o último a sair que desligue as luzes do aeroporto.
A malta, que nada deve à inteligência, não percebe que é mais seguro levantar dinheiro para pagar (multibanco, banco, assalto) do que pagar com cartão.
A ver vamos, como diz o cego,
eao