Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

22/12/2017

A mentira como política oficial (40) - Seria mais fácil apanhar um mentiroso do que um coxo...

British politics: Goodbye Mr Green

Yesterday Damian Green was forced to resign from his job as Britain’s first minister of state after he was found to have lied about... (The Economist Espresso; pode ler a notícia aqui)

O que é importante nesta notícia não é o about é o have lied. Uma notícia como esta é inimaginável no Portugal dos Pequeninos. Se um político ou uma qualquer outra criatura das nossas elites merdosas se demitisse ao saber-se que mentira, teríamos demissões todos todos os dias.

Para dar um só exemplo desta semana (mas há mais esta semana e com este governo podemos encontrar exemplos todas as semanas), cito primeiro José Miguel Júdice relatando o que lhe contou Santana Lopes:

«Há um ano, o Governo e o Banco de Portugal pressionaram para que a SCML entrasse no capital do Montepio e Santana Lopes achou que era muito difícil de resistir. Este é o primeiro escândalo que se intuía, mas agora se confirmou. O Governo e o BdP intrometem-se no que deveria ser a gestão autónoma da SCML. Vieira da Silva não fica bem na foto e a ele voltaremos.» [Continue a ler aqui]

E cito de seguida António Costa que no debate parlamentar de 4.ª feira disse «o tema [entrada da SCML no capital do MG] surgiu depois de a Santa Casa ter manifestado interesse em participar no sistema financeiro».

Santana Lopes ou António Costa, um deles mentiu. Adivinhe qual? E, por falar em mentira, não me dei conta que algum jornal a tenha exposto?

Seria mais fácil apanhar um mentiroso do que um coxo... salvo se o mentiroso só for perseguido por coxos.

1 comentário:

Ricardo Amaral disse...

Tal como disse o Eça,"isto é uma choldra"!