Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

22/12/2017

Um dia como os outros na vida do estado sucial (34) - É todo um programa

«Há uma coisa que não podemos deixar de fazer nos CTT: mais greves. Isso é obrigatório»

«No final do segundo dia de greve dos CTT, esta sexta-feira, a adesão à paralisação rondou os 70%. Garantia de Vítor Narciso, da direção nacional do Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Correios e Telecomunicações, que em entrevista ao Expresso diz que “os CTT não podem ser geridos como uma mercearia” e que a empresa “tem de voltar ao Estado”» (Expresso)

Sem comentários: