Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

16/11/2010

BREIQUINGUE NIUZ: o ministro anexo faz auto-crítica?

«O papel do sector de banca estrangeiro em países [do centro, oeste e sudoeste da Europa], … podem ter contribuído para aumentar os desequilíbrios internos em alguns países» disse Vítor Constâncio, vice-presidente do (BCE) e ex-ministro anexo em serviço no BdP, numa conferência em Viena. Supondo que na geografia do ex-ministro anexo o sudoeste da Europa é a parte sul do lado oeste, podemos considerar que este seu deslize é um reconhecimento da sua inacção e negligência enquanto presidente do BdP?

Sem comentários: