Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

18/05/2017

¿Por qué no te callas? (18) - Oliveira da Figueira em Belém


Fazendo um número que em tempos Sócrates como primeiro-ministro se atribui tentando vender Obrigações do Tesouro ao governo brasileiro, o presidente dos Afectos propõe-se vender dívida ao mundo árabe. Se o número de Sócrates ainda se pode considerar, com boa-vontade, no perímetro do seu papel executivo, o número de Marcelo deve considerar-se como uma representação serôdia do papel de Oliveira da Figueira?

Sem comentários: