Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

30/08/2016

ESTADO DE SÍTIO: Estará Pedro Passos Coelho a fazer de Charles Erwin Wilson?

Durante o processo de nomeação como secretário da Defesa de Eisenhower em 1953, Charles Erwin Wilson, que tinha sido presidente executivo da General Motors e à data ainda detinha acções da GM, quando questionado pela comissão de Defesa do Senado sobre os potenciais conflitos de interesse, terá respondido com a maior ingenuidade «what was good for the country was good for General Motors and vice versa».

Ocorreu-me o episódio de Charles Erwin Wilson quando li a pergunta de Pedro Passos Coelho ao país: «Quem é que põe dinheiro num país dirigido por comunistas e bloquistas?». Pergunta que não sei se é boa para o maior partido da oposição mas estou certo que é péssima para o país que esse partido pretende governar.

1 comentário:

Dudu disse...

Os socialistas são primos dos comunistas e bloquistas.